Exemplo de consulta realizada aos residentes estrangeiros.

Exemplo de consulta realizada aos residentes estrangeiros.

No Centro de Consulta e Assistência Betesta realizamos o “serviço de consulta sobre assistência social para estrangeiros” gratuitamente.
Iremos apresentar exemplos de consultas e o estado atual sobre residentes estrangeiros que não conhecem os direitos de assistência social (também pode ser tomado como discriminação).

Sr. T (brasileiro) Frequenta a 10 anos o medico pois possui esquizofrenia. Sua situação piorou e não consegue mais trabalhar em empresas comuns. Não fala o japonês e está isolado em casa. Caso dominasse a lígua japonesa poderia estar indo aos setores responsáveis pelo serviço de bem-estar para se consultar, receber os serviços de assistência social e a aposentadoria para pessoas com deficiência.

Independentemente de ser estrangeiro ou não na Constituição Japonesa consta que em princípio também garante os direitos humanos dos estrangeiros residentes no Japão devido o motivo do direito humano universal e colaboracionismo internacional. No artigo 3 da constituição consta que “exceto os direitos voltado apenas aos cidadãos de nacionalidade japonesa (tornar-se militra, funcionário público, etc), o direito humano básico dos estrangeiro residente no Japão é garantido assim como do cidadão japonês.”

Independentemente do residente estrangeiro dominar ou não o idioma japonês, a utilização do serviço de assistência social é possível. Iremos divulgar amplamente aos cidadãos estrangeiros para que consigam utilizar tais serviços.

Tadashi Kataoka

CATEGORY :

COMMENT ON FACEBOOK